Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Noticias do momento

Noticias do momento

24
Jan16

Sampaio da Nóvoa é recebido na sede de campanha com aplausos

adm

Candidato presidencial já está na sede de candidatura, em Lisboa. À chegada foi aplaudido pelos apoiantes 

O relógio marcava 18h50 em ponto quando Sampaio da Nóvoa chegou à sede da sua candidatura, em Lisboa. Pilar del Rio, Edite Estrela e Vasco Lourenço são alguns dos apoiantes que aplaudiram a entrada do candidato. Nóvoa não quis fazer grandes comentários à entrada. Ainda assim, e sob um forte apluaso dos apoiantes, fez questão de admitir que estar com "muita confiança, alegria e tranquilidade". Com um sorriso rasgado. 

Questionado sobre qual o candidato que vai beneficiar mais com a abstenção, Sampaio da Nóvoa remeteu a resposta para mais tarde. "Nõ sei. Pergunte-me isso daqui a uma hora e pouco", arrumou. 

Sobre o discurso que fará daqui a algumas horas - se de vitória ou de derrota - o ex-reitor da Universidade de Lisboa adiantou que a reação será preparada depois das 20h, altura em que serão projetados os resultados eleitorais destas presidenciais. 

"Vai ser tudo feito na hora. Não vale a pena pensar em muitos cenários. Vale a pena estar disponível e com alegria. Foi sempre assim e será assim até ao último minuto", respondeu. 

Também Pedro Delgado Alves, diretor de campanha, fez uma primeira reação às projeções da abstenção. O deputado socialista começou por  destacar o facto destas eleições terem sido marcadas pelo "civismo" e pela "democracia", sem incidentes, sublinhando ainda a adesão dos portugueses que, segundo as projeções, terá sido maior do que nas últimas presidenciais, em 2011.

Ainda assim, Pedro Delgado Alves chamou a atenção para os eleitores fantasma que constam dos cadernos eleitorais. 

"Pensamos sempre que a abstenção é mais alta do que é na realidade. Os resultados da abstenção apesar de revelarem resultados mais positivos, seguramente são marcardos pela presença de eleitores que deles não deveriam constar", frisou Pedro Delgado Alves, numa primeira reação à projeção dos números da abstenção. 

fonte:http://www.sol.pt/

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

Politica de privacidade

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D