Portugal é o 10º país onde impostos sobre o consumo mais pesam

Portugal está entre os países da União Europeia onde os impostos sobre o consumo pesam mais na receita fiscal total. Segundo dados de 2012 - divulgados ontem pelo Eurostat -, Portugal foi o 10º país da União Europeia onde estes impostos contam mais para a receita, 37,4% do total.

Esta taxa pesa menos na Bélgica (23,7%), enquanto é na Bulgária que o seu peso é maior (53,3%).

Já nos impostos sobre o capital, Portugal situa-se na 13ª posição (21,1%) do ranking liderado peloLuxemburgo (27,5%) e com a Estónia (7,1%) na última posição.

Portugal regista valores superiores à média da União Europeia, tanto nos impostos sobre o consumo (28,5%) como nos sobre o capital (20,8%).

Os impostos sobre o trabalho são a maior fonte de receita fiscal na União Europeia, e representaram mais de metade da receita em 2012 (51%), seguidos das contribuições sobre o consumo (28,5%) e o capital (20,8%).

Por outro lado, Portugal foi o 8º país da em 2012 onde os impostos sobre o trabalho pesaram menos na receita fiscal global (41,4%), um valor muito abaixo da média europeia (51%). A Suécia (58,6%) foi o país onde estas contribuições tiveram maior peso; ao mesmo tempo, foi na Bulgária que assumiram menor relevância (32,9%).

Analisando a receita total dos impostos, Portugal foi dos Estados-membros onde a receita fiscal menos pesou no PIB (32,4%), encontrando-se na 22ª posição entre 28, com a Dinamarca a liderar (48,1%) e a Lituânia a fechar o ranking (27,2%).

Portugal foi o país da União Europeia em 2012 com a maior queda no peso das receitas fiscais sobre o PIB, menos 0,8% para os 32,4%. O maior aumento teve lugar na Hungria, onde este valor subiu 1,9% para os 39,2% durante o ano de 2012.

fonte:http://www.dinheirovivo.pt/e

publicado por adm às 20:34 | comentar | favorito
tags: