FC Porto nos 'quartos' após empate em Nápoles

O FC Porto passou, esta quinta-feira, aos quartos de final da Liga Europa ao empatar 2-2 com o Nápoles no encontro da segunda mão dos oitavos de final da prova, beneficiando da vitória de 1-0 trazida da primeira mão.
Para este encontro europeu, e face ao último encontro, a saída do lesionado Helton era esperado e Fabiano é o substituo natural para este desafio no San Paolo.
Sem Abdoulaye, que está impedido de jogar pelo FC Porto nas competições europeias, o mexicano Reyes tomou conta do lugar do senegalês e jogou ao lado do francês Mangala. Com Maicon lesionado e Alex Sandro castigado coube a Ricardo tomar conta do corredor esquerdo da defesa azul e branca.
À entrada para a segunda mão, o golo de Jackson Martínez ia dando a vantagem ao FC Porto e a equipa portuguesa começou o encontro em Itália com muita cautela perante um ambiente fervoroso e infernal.
Os primeiros minutos foram de sufoco para o emblema da cidade da Invicta e o golo do Nápoles chegou aos 21 minutos por intermédio de Pandev, após assistência primorosa do argentino Higuaín, empatando a eliminatória.
Depois do golo, a formação napolitana aproveitou para defender mais recuado, esperando para pressionar só no seu meio-campo.
À medida que o guarda-redes Fabiano ia segurando o empate na eliminatória até ao final da primeira parte, Varela esteve muito perto de marcar para o FC Porto em cima do intervalo.
Já na segunda parte, aos 56 minutos, Carlos Eduardo cabeceou na sequência de um livre e a bola passou a rasar o poste esquerdo da baliza de Pepe Reina. De seguida, foi a vez de Higuaín assustar o guardião portista.
Com Josué em campo, o FC Porto continuava a ter muitas dificuldades em conseguir construir lances de ataque, optando quase sempre por passes longos para o colombiano Jackson Martínez.
Olhando para o cenário em campo, o treinador Luís Castro lançou o argelino Ghilas, que em Frankfurt foi o herói ao marcar o golo da passagem a esta fase, e a aposta resultou, uma vez mais, eficaz. Aos 69 minutos, Fernando fez um excelente passe para Ghilas, que rematou de primeira e a bater o espanhol Reina.
Com o empate o FC Porto ganhou mais confiança e Defour tentou a sua sorte mas a bola foi aos poste (72').
À entrada para os últimos 10 minutos, num excelente trabalho individual, a passar por três defesas, Ricardo Quaresma rematou ao ângulo, longe do alcance de Pepe Reina, fazendo o golo da noite, após passe de calcanhar de Josué.
Já em tempo de descontos, o Nápoles conseguiu empatar no encontro mas de nada valeu, uma vez que o FC Porto trazia uma vantagem de 1-0 do Dragão.
Com o apito final, confirmou-se a vitória portista em Nápoles, algo que nunca tinha acontecido até esta noite, e o FC Porto está no lote das oito melhores equipas da Liga Europa, onde estão equipas como Juventus, Benfica e Valência.
O sorteio para os quartos de final, sem condicionantes, realiza-se, esta sexta-feira, em Nyon, na Suíça.

 fonte:http://desporto.sapo.pt/f

publicado por adm às 22:56 | favorito
tags: