“Factura da Sorte” apanha 190 mil a fugir ao fisco

O sorteio “Factura da Sorte” já evitou 190 mil fugas ao fisco.

De acordo com o Ministério das Finanças, graças a este mecanismo de combate à evasão fiscal, foram detectados cerca de 190 mil processos de divergência. São casos em que as empresas deduziram mais IVA do que aquele que consta das facturas em que figuram como compradores, seja porque não enviaram todas as facturas ou porque as emitiram mas não entregaram a declaração periódica do IVA.

No total, este instrumento de combate à fraude já contribuiu para o Estado recuperar, em receita do imposto, 760 milhões de euros.

Entre Janeiro e Outubro, a quantidade de empresas a reportar facturas à Autoridade Tributária subiu em mais 80 mil face ao mesmo período de 2013.

Os números da Secretaria de Estado dos Assuntos Fiscais, citados pelo Jornal de Notícias, revelam ainda que a factura da sorte bateu recordes no mês de Dezembro: o número de facturas elegíveis foi o mais elevado de sempre, perto de 43.420 milhões, uma subida de 26% face às facturas que entraram em Abril e de 21% relativamente a Novembro. 
 
A “Factura da Sorte” começou este ano, em Abril. Todos os consumidores finais estão automaticamente admitidos a participar no sorteio, desde que exijam a emissão de facturas com a inscrição do NIF em qualquer aquisição de bens ou serviços, em território nacional.

Há um sorteio semanal, às quintas-feiras, e dois extraordinários. O primeiro aconteceu a 26 de Junho de 2014, o segundo está agendado para esta terça-feira.

fonte:http://rr.sapo.pt/inf

publicado por adm às 12:21 | comentar | favorito
tags: