Estoril ganha ao Porto no Dragão

Penalty de Evandro estabeleceu o resultado. Fonseca em risco.

 

 

No penúltimo jogo da 20ª jornada da Liga Zon Sagres, o Estoril fez História ao impor-se no Porto pela primeira vez com um golo de grande penalidade obtido por Evandro aos 78 minutos.Com este desfecho, o futuro de Paulo Fonseca no comando da equipa fica em risco. Quase cinco anos e meio depois, quando cedeu face ao Leixões, o Porto tornou a perder em casa para o campeonato.

Até ao intervalo, os tricampeões nacionais exerceram domínio, embora fossem incapazes de traduzir em ocasiões flagrantes de golo essa superioridade no jogo. O Estoril, bem arrumado no relvado, com ideias de jogo definidas e organização quase irrepreensível, foi travando as diversas iniciativas atacantes.

Só a quatro minutos da pausa, num remate de Varela que Wagner defendeu, a equipa de Paulo Fonseca se acercou da baliza com maior demonstração de perigo.

No segundo tempo, o Porto pareceu mais determinado e Quaresma testou o guarda-redes adversário, mas a dinâmica depressa se desvaneceu e, aos 62 minutos, Fonseca já trocava Josué por Carlos Eduardo. Depois, em dois lances quase seguidos, o Estoril invadiu a área, mas nem Evandro, nem Balboa acertaram no alvo.

Já depois de Marco Silva receber ordem de expulsão do árbitro Vasco Santos por alegados protestos na sequência de cartão amarelo exibido a Balboa, Herrera foi rendido por Ghilas (70 m). A situação iria complicar-se para os portistas a 14 minutos do fim quando, por indicação do auxiliar, o juiz assinalou grande penalidade de Mangala sobre Evandro, expulsando o central. Na conversão, o brasileiro iludiu Helton, deixando os estorilistas em vantagem e lenços brancos em sinal de descontentamento a serem agitados nas bancadas.

O Estoril tirou Evandro e colocou João Pedro Galvão (81 m), mas, a seis minutos do fim, Wagner voltou a brilhar em livre directo cobrado por Ricardo Quaresma. Balboa foi rendido por Bruno Miguel (88 m), o Porto ainda carregou, Quaresma tornou a criar problemas a Wagner num livre directo, mas faltou o golo e as vaias coroaram o regresso da equipa aos balneários.

Nos outros jogos do dia registaram-se os seguintes resultados: Marítimo-Belenenses, 2-0; Setúbal-P. Ferreira, 4-0 e Olhanense-Gil Vicente, 2-1. A jornada completa-se amanhã com o Benfica-Guimarães (20h15).

 fonte:http://economico.sapo.pt/

publicado por adm às 21:48 | comentar | favorito
tags: ,