Benfica à beira do título

O Benfica derrotou o Arouca por 2-0 em jogo relativo à 27ª jornada da Liga Zon Sagres. Com este resultado, a equipa da Luz fica a uma vitória da conquista do 33º título no campeonato.

A jogar num Estádio de Aveiro com esmagadora maioria de público benfiquista, o Benfica apresentou-se sem Luisão e Fejsa, ocupando Jardel e André Almeida essas vagas. O começo dos líderes da Liga não foi tão dinâmico como é habitual e o Arouca tirou partido para ir colocando dificuldades.

Mesmo assim, Rodrigo testou Cássio logo nos primeiros minutos, mas Bruno Amaro também forçou Oblak a intervenção difícil num livre. A meio do primeiro tempo, Maxi Pereira espreitou o golo, mais tarde foi Lima quem não superou Cássio e Rodrigo, na recarga, atirou para fora. Bem organizada, a equipa de Pedro Emanuel não deixou de ripostar e, a sete minutos do intervalo, após saída de Oblak ao limite da grande área, um chapéu largo de Bruno Amaro só não resultou em golo por causa de um espectacular corte de carrinho efectuado por Maxi Pereira.

E, quando já se jogavam dois minutos de compensação, Lima centrou da direita, Cássio não interceptou, Baliu também não, surgindo Rodrigo na pequena área a tocar com o pé esquerdo para a vantagem lisboeta. Na celebração, o avançado correu para o banco e foi buscar uma camisola de Sílvio para dedicar o golo ao lateral, operado após fractura da perna direita.

Na segunda parte, os visitantes não tardaram a ampliar a vantagem, depois de Markovic serpentear pelo meio da defesa, tocar para Gaitán e este, à saída de Cássio, picou de modo sobre o guardião com o pé esquerdo (54 m). Logo a seguir, com idênticos protagonistas, o remate rasteiro do argentino foi detido pelo guarda-redes. Como reacção, Pedro Emanuel trocou Ceballos por Serginho, embora sem resultados práticos, pois o adversário continuou a dominar sem restrições.

Aos 65 minutos, na sequência de um livre, Oblak voou para socar a bola, chocou de forma violenta com Roberto e, mesmo após receber assistência, saiu atordoado, rendido por Artur ao mesmo tempo que Lassad substituía Bruno Amaro. Pouco depois, Rodrigo tocou para Maxi Pereira no interior da área, este passou a Gaitán, o sul-americano rodou e atirou com o pé esquerdo, mas Cássio desviou para canto.

À entrada para o último quarto-de-hora, Roberto foi trocado por André Claro e Salvio rendeu Rodrigo que saiu sob fortes aplausos. A 10 minutos do fim, Markovic deu lugar a Cardozo e o Benfica passou a gerir a bola sem dificuldades, ficando Lima perto do 3-0 num remate de fora da área que Cássio repeliu.

Outros resultados: Sporting-Gil Vicente, 2-0; Nacional-Marítimo, 2-0; Rio Ave-Olhanense, 1-2; Belenenses-Guimarães, 3-1 e Académica-Setúbal, 1-1. O Braga-Porto inicia-se dentro de momentos e amanhã joga-se o Estoril-P. Ferreira (20h00). A próxima ronda engloba os seguintes encontros: Guimarães-Arouca (20h00, sexta-feira); Marítimo-Académica e P. Ferreira-Nacional (ambos às 16h00), Gil Vicente-Estoril (17h00) e Belenenses-Sporting (19h15, todos no sábado); Benfica-Olhanense (18h00, domingo); Setúbal-Braga (18h00) e Porto-Rio Ave (20h00), ambos na segunda-feira.

 

fonte:http://economico.sapo.pt/n

publicado por adm às 21:09 | comentar | favorito