A partir de hoje é proibido vender termómetros de mercúrio em toda a Europa

Os termómetros de mercúrio deixam a partir de hoje de ser vendidos na União Europeia.

A proibição estende-se a outros dispositos que contenham mercúrio e estejam destinados a uso industrial, depois da entrada em vigor de um regulamento da Comissão Europeia aprovado em setembro de 2012. A decisão visa garantir a segurança em termos de saúde humana e meio ambiente, já que o mercúrio apresenta riscos, existindo equipamentos de medição alternativos.

No passado mês de outubro, a Organização Mundial de Saúde e a coligação "Saúde sem Danos", formada por mais de 470 entidades de 50 países, lançaram a iniciativa "Saúde sem Mercúrio em 2020". A iniciativa visa a eliminação de todos os termómetros e medidores de tensão que contenham este elemento químico.

O movimento surgiu após 140 países terem assinado no Japão a Convenção de Mimata, o primeiro acordo internacional para reduzir o uso e comercialização do mercúrio. O acordo, assinado em outubro passado, foi buscar o nome à cidade japonesa de Mimata que nos anos 50 sofreu os efeitos da contaminação das suas águas por mercúrio após o derrame de uma fábrica petroquímica.

fonte:http://www.dinheirovivo.pt/Ec

publicado por adm às 21:10 | comentar | favorito