Renato Seabra: Juiz irritado com lentidão da Procuradoria

O juiz do caso Carlos Castro, Charles Solomon, manifestou-se hoje dizendo-se «irritado» com a lentidão da Procuradoria de Nova Iorque em partilhar provas científicas com a defesa de Renato Seabra, acusado do homicídio do colunista, e prometeu «acelerar as audiências».

«A este ritmo, vamos ter julgamento em janeiro de 2013! Não estou contente com esta situação», queixou-se o juiz Charles Solomon à procuradora Maxine Rosenthal, citado pela Lusa, na sessão de hoje no Tribunal Superior de Nova Iorque.

Depois do advogado de defesa, David Touger, se ter queixado da falta de cooperação da procuradora na entrega de informação, e de uma discussão exaltada entre os causídicos na sala de audiências, o juiz sublinhou que o defensor tem direito a essa informação.

Recorde-se que Renato Seabra vai mesmo a julgamento pela morte de Carlos Castro, segundo decisão tomada pelo tribunal de Nova Iorque, avançada pela TVI.

Renato Seabra continuará detido até ser julgado pelo crime em data ainda a determinar.

A próxima audiência ficou marcada para dia 28 de outubro.

fonte:http://www.lux.iol.pt/

publicado por adm às 09:32 | comentar | favorito
tags: