Vendas de carros em Portugal caem mais de 20% até Agosto

Crise no sector automóvel no País já motivou a anulação do Salão Automóvel de Portugal, previsto para 4 de Novembro.

O mercado de ligeiro de passageiros, segundo dados da Associação Automóvel de Portugal (ACAP), caiu 22,5% nos primeiros oito meses do ano, quando comparado com o mesmo período do ano passado, representando uma quebra de 33.171 carros novos.

Tendo em atenção que o valor médio pago por um carro novo é de 18 mil euros, segundo dados fornecidos pela empresa Fleetdata, os cerca de 33 mil carros novos que deixaram de ser vendidos entre 2010 e 2011 correspondem a uma quebra de receita de 600 milhões de euros.

Roberto Gaspar, responsável da Fleetdata referiu à Lusa que o preço médio de venda de um carro em Portugal está nos 20 mil euros, mas aplicando os descontos que as marcas normalmente costumam fazer, esse valor desce para 18 mil euros.

Os responsáveis pelas marcas contactados pela Lusa dizem que o mês de Setembro será ainda mais gravoso em termos de vendas e as perspectivas para o final do ano não são nada animadoras, até porque, para além da retracção no consumo devido à crise, o imposto extraordinário sobre o subsídio de Natal "vai afectar as vendas de automóveis que são feitas nesta época do ano", refere Miguel Tomé, da Opel Portugal.

A ACAP irá divulgar na segunda-feira os números mais recentes das vendas, mas a expectativa é de "um agravamento da situação de mercado", afirmou o secretário-geral da associação.

fonte:http://economico.sapo.pt/n

publicado por adm às 18:32 | comentar | favorito
tags: