“Caça ao tesouro”. Avançam penhoras rápidas aos certificados de aforro

Vai ser muito mais fácil e rápido penhorar certificados de aforro, obrigações ou bilhetes do tesouro. Os ministros das Finanças e da Segurança Social assinam uma portaria publicada, na terça-feira, que admite o acesso directo dos agentes de execução à base de dados da Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública (IGCP).

Escreve o "Jornal de Negócios", que as poupanças dos portugueses com dívidas vão poder ser penhoradas em tempo recorde.

Até agora era necessário a intervenção de um juiz para penhorar estes certificados, o que demorava muito tempo. Mas, a partir de agora basta um contacto informático para o agente de execução ficar a saber as poupanças de que o executado é titular. 

Os portugueses têm cerca de dez mil milhões de euros em certificados de aforro.

fonte:http://rr.sapo.pt/in

publicado por adm às 23:01 | comentar | favorito