Gás natural da REN chega a Gouveia, Fornos de Algodres e Celorico da Beira

O gasoduto que liga Mangualde, Celorico e Guarda “reforça a integração de Portugal na rede transeuropeia de gás”, informa a REN – Redes Energéticas Nacionais em comunicado emitido terça-feira.

Com uma extensão de 76 quilómetros, o gasoduto atravessa cinco concelhos e contorna o Parque Natural da Serra da Estrela. Co-financiado pela Comunidade Económica Europeia ao abrigo do programa European Economic Programme Recovery (EEPR), o projecto permite, segundo a empresa, “reforça a segurança do abastecimento do país, ao fechar em anel os gasodutos Monforte-Guarda e Cantanhede- Mangualde”.

Citado pelo comunicado, o director-executivo da REN, Rui Cartaxo, considera que a conclusão do gasoduto “é uma etapa importante da criação do mercado ibérico de gás natural”. Para a companhia, “o gasoduto Celorico-Zamora valoriza a Península Ibérica como porta de entrada de gás natural no sistema europeu”.

A REN explica ainda que, para a construção da estrutura, “foi necessário” abater “espécies arbóreas da flora autóctone”, pelo que plantou 28 mil árvores numa área de 25 hectares do Parque Natural da Serra da Estrela. 

fonte:http://www.publico.pt/ec

publicado por adm às 22:23 | comentar | favorito
tags: