Construção perde 4 empresas e 140 trabalhadores por dia

A construção e o imobiliário estão a perder por dia, em média, 4 empresas e 140 trabalhadores, disse, em entrevista à Lusa, o presidente da confederação do sector, Reis Campos.

"O sector está a perder 4 empresas por dia e a perda diária de trabalhadores directos ascende a 140", afirmou à Lusa Reis Campos. O presidente da Confederação Portuguesa da Construção e do Imobiliário (CPCI) disse que este número poderá aumentar se não for concretizada a quarta fase da reabilitação das escolas e se a terceira fase não for concluída. "Se a Parque Escolar parar, podem ficar em causa cerca de 15 a 20 mil postos de trabalho", disse, recordando que, desde 2002, o sector da construção e do imobiliário perdeu 236 mil trabalhadores.

Quase 93 mil trabalhadores do sector da construção estavam desempregados no final do segundo trimestre deste ano, o que corresponde a cerca de 14% do número total de portugueses sem emprego, segundo os dados fornecidos à Lusa pela Instituto Nacional de Estatística (INE).

Reis Campos salientou também a queda do número de habitações licenciadas, como uma das consequências da crise que o setor vive actualmente. "Temos 5 fogos licenciados por concelho mensalmente", afirmou o presidente da CPCI, avançando que este ano deverão ser construídas cerca de 18 mil habitações, uma queda de "cerca de 100 mil" face ao início da década.

Reis Campos voltou a sublinhar a necessidade e a importância de o Governo apostar na reabilitação urbana e dinamizar o mercado do arrendamento. "Não compreendemos que neste momento não apareça um pacote legislativo global para a reabilitação", afirmou, sublinhando que as empresas do sector "estão descapitalizadas e sem rumo". "O Estado deve-lhes dinheiro [às empresas] e têm dificuldades no acesso ao crédito", acrescentou Reis Campos.

A dívida do Estado às empresas de construção já ultrapassa os 1,3 mil milhões de euros, segundo os últimos dados da CPCI.

fonte:http://www.dinheirovivo.pt/

publicado por adm às 00:19 | comentar | favorito
tags: