Aumentou o número de ultramilionários em Portugal

Portugal tem 870 habitantes com fortunas superiores a 22 milhões de euros. O número de ultramilionários no país aumentou entre 2012 e 2013 - eram 785 no ano passado. 

Segundo um relatório da Wealth-X, organização que monitoriza a actividade financeira a nível mundial, o valor global acumulado pelos 870 ultramilionários é de 74 mil milhões de euros. Este valor representa quase o mesmo montante que a "troika" emprestou a Portugal - 78 mil milhões. Em 2012, as 785 grandes fortunas valiam 66,6 mil milhões.

Portugal está na primeira metade da tabela europeia no "ranking" dos ultramilionários: é o 12º país de um total de 28 e um principado (Mónaco). Bélgica, Dinamarca, Luxemburgo e Áustria, entre outros, surgem atrás de Portugal.

O "ranking" da Wealth-X não faz a relação percentual entre o número de ultramilionários por milhões de habitantes. Isto é, a listagem é feita tendo por base o número unitário de fortunas. 

Com base em cálculos feitos pela Renascença, os 870 ultramilionários representam 0,009% da população portuguesa. Sendo assim, e neste capítulo em concreto, Portugal é o nono país do "ranking" - surge à frente de Holanda e Finlândia, por exemplo. O Mónaco está no topo desta tabela: 5% da população do principado é ultramilionária.

A Alemanha é o país europeu com maior número unitário de ultramilionários: 17.820. Segue-se o Reino Unido, com 10.910 ultramilionários, a Suíça, com 6.330, a França, com 4.490, e a Itália, com 2.075 multimilionários. 

Ainda segundo o relatório, o número de ultramilionários aumentou a nível mundial entre 2012 e 2013 Eram 187.380 no ano passado, são agora 199.235. Segundo o estudo, a maioria destas fortunas (65%) foi acumulada através do trabalho e não por heranças. 

O trabalho da Wealth-X teve o apoio do banco suíço UBS.

 

fonte:http://rr.sapo.pt/in

publicado por adm às 22:43 | comentar | favorito
tags: