Cada vez mais idosos têm que optar entre comer e tomar medicamentos

Organização Médicos do Mundo revela que a situação se tem agravado em 2013. "A crise está a ter enorme impacto na qualidade de vida dos seniores portugueses".


A associação Médicos do Mundo alerta que há cada vez mais idosos obrigados a optar entre a toma dos medicamentos ou comer uma refeição diária, fruto da crise e do corte nos apoios sociais.

Em declarações à Lusa, a coordenadora dos projectos nacionais da associação, apontou que no trabalho realizado no terreno, principalmente nas cidades de Lisboa e do Porto, têm encontrado cada vez mais situações de idosos que, fruto do deterioramento da sua situação económica, vêem-se obrigados a ter de escolher entre tomar os medicamentos ou fazer uma refeição por dia.

"Esta situação está a acontecer mais este ano", sublinhou Carla Fernandes, não especificando quantos casos destes foram já detectados Uma das explicações, segundo a responsável, está ligada ao facto dos agregados familiares se terem alterado e existirem muitos adultos que se viram obrigados a voltar a viver em casa dos pais.

"O pouco rendimento que existe, e que é do idoso, vai ter de ser dividido, em vez de ser por dois, é dividido por cinco porque aquele filho já traz também os netos", apontou.

De acordo com Carla Fernandes, não há um padrão detectado e esta situação tanto ocorre entre idosos isolados como entre os que vivem com outros familiares.

Só em 2012, a organização fez 1.418 apoios ao nível dos medicamentos a idosos. Por outro lado, nos últimos três anos, apoiaram 1.101 idosos.

Os Médicos do Mundo alertam que a "crise está a ter enorme impacto na qualidade de vida dos seniores portugueses", situação agravada com "os cortes significativos nas pensões e no Complemento Solidário para Idosos".

Dia 1 de Outubro assinala-se o Dia Internacional do Idoso, data que a associação, pretende assinalar com várias iniciativas pelo país, mas também aproveitando para chamar a atenção para o que se passa com muitas das pessoas idosas.

fonte:http://rr.sapo.pt/i


publicado por adm às 22:10 | comentar | favorito
tags: