Produção de caviar no Algarve pode arrancar já este ano

A de produção de caviar, no Algarve, pode avançar até ao final do ano. Os promotores do projecto anunciaram uma unidade de cultivo de esturjão em aquacultura, nas margens do Rio Arade, em Lagoa.

Pedro Paulo, biólogo do projecto, salientou que a equipa, em cooperação com a Universidade do Algarve (UAlg), está a criar uma unidade piloto que servirá de apoio à estrutura produtiva. "Temos instalações para remodelar e investidores para essa localização", avançou à agência Lusa.

O esturjão atlântico, espécie extinta em Portugal desde a década de 80, já habitou nos estuários do Guadiana e do Arade, onde deverá ser instalada a nova unidade. Os responsáveis pelo projecto estimam que, em 2015, já seja possível a venda de caviar produzido no Algarve em alguns restaurantes e lojas "gourmet".

O preço do caviar de esturjão pode variar entre os mil e os cinco mil euros por quilo, estimando-se, para 2016, uma produção entre os 600 e os 700 quilos por ano. Pedro Paulo explicou à Lusa que, por se tratar de uma espécie comercialmente valiosa, o esturjão está em risco de desaparecer pelo que, actualmente, a sua criação é feita praticamente em regime de aquacultura.

Valery Afilov, mentor da ideia, trabalhou a criação de esturjão em aquacultra, na Ucrânia, durante 12 anos e desde que chegou a Portugal procura importar a ideia.

O projecto ganhou uma distinção no concurso "Ideias em Caixa", numa pareceria entre o Centro Regional para a Inovação do Algarve (CRIA) e a Caixa Geral de Depósitos.

fonte:http://www.jn.pt/

 
publicado por adm às 23:42 | comentar | favorito