Electricidade é “25% mais cara em Portugal do que em Espanha”

A acusação chega da Associação Portuguesa dos Industriais Grandes Consumidores de Energia Eléctrica, que não estranha que empresas portuguesas prefiram produzir no país vizinho.


Os grandes consumidores de energia dizem que o preço da electricidade em Portugal continua a ser um factor dissuasor de investimento e garantem que compensa produzir em Espanha. 

“A Siderurgia é uma das empresas nossas associadas e um dos maiores consumidores nacionais de energia eléctrica. Tem fábricas em Espanha, na zona da Galiza, e em Portugal, no Seixal e na Maia, e está a pagar em Portugal energia eléctrica mais do 25% mais cara do que em Espanha”, denuncia à Renascença o presidente da Associação Portuguesa dos Industriais Grandes Consumidores de Energia Eléctrica, José Baptista Pereira. 

“É claríssimo que é preferível produzir em Espanha. Como são fábricas do mesmo grupo, essa transferência de consumo é muito fácil”, conclui, compreendendo a ameaça da Siderurgia de abandonar o país por causa dos custos da electricidade. 

Baptista Pereira contesta ainda o presidente da EDP, António Mexia, que vem garantindo que o preço da energia eléctrica em Portugal é idêntico ao praticado na Europa. 

“O presidente e outros dirigentes da EDP invocam as estatísticas do Eurostat”, mas “as estatísticas dão valores médios e o problema dos valores médios é a história do frango: ou come o frango todo ou não come frango nenhum e todos comem meio frango”, começa por criticar. 

“Mas há outro problema. É que as estatísticas do Eurostat dão o preço por gama de consumo e a gama de consumo dos grandes consumidores de energia eléctrica não é abrangido pelas estatísticas do Eurostat. Não há valores estatísticos para os níveis de consumo das nossas empresas”, lamenta o responsável. 

Os recados chegam no dia em que o secretário de Estado da Energia, Artur Trindade, se desloca ao Parlamento para falar da política energética nacional e do corte de custos no sistema eléctrico nacional.

fonte:http://rr.sapo.pt/i

publicado por adm às 23:08 | comentar | favorito