Vendas das marcas premium alemãs crescem em todo o mundo

As principais fabricantes de automóveis de luxo alemãs - AudiBMW e Mercedes-Benz - divulgaram os relatórios financeiros do mês de maio e todas estão a ter os seus altos e baixos. A parte comum é que, embora todas tenham vendas mais elevadas do que no ano passado, a Europa continua em dificuldades.

A BMW comandou as vendas das fabricantes de luxo alemãs em maio, com 139.161 carros vendidos ao longo do último mês. A Audi ficou em segundo lugar com 137.200 carros vendidos em maio e a Mercedes vendeu 121.360 veículos. A ordem é a mesma em termos de vendas de janeiro a maio, com a BMW a liderar com uma vantagem de apenas 10.968 carros.

Audi

A Audi vendeu 137.200 carros no mês de maio em todo o mundo, um aumento de 6,4% em relação a 2012, só este ano a marca já vendeu 640.200 carros, um aumento de 6,7%.

A marca dos quatro anéis registou contudo uma quebra de vendas na Europa. Em maio vendeu 65.500 veículos, menos 3,4% do que em maio de 2012. Este ano a Audi já vendeu 318.600 carros na Europa, menos 0,7% do que no ano passado. As vendas estão em baixa na Alemanha, França e Itália. Apesar das vendas espanholas terem subido 0,5% para 3.333, no total do ano estão mais baixas 1,7%, com 17.622 carros vendidos.

"Apesar dos desafios em curso no mercado europeu, a Audi aumentou as vendas globais em maio. Taxas de crescimento de dois dígitos na Ásia e nas Américas desempenharam um papel crucial", referiu Luca de Meo, Diretor de Vendas da Audi.

A Audi aumentou as vendas para 13.228 carros nos Estados Unidos, mais 15%, e vendeu 60.571 carros até maio deste ano, um aumento de 15,4%. O Q5 é o modelo da Audi mais vendido nos EUA, com 14.817 unidades vendidas até agora este ano. No México a Audi vendeu 1.060 carros, um aumento de 39,8%. Até maio a marca vendeu 4.613 carros no país, um aumento de 51% face a 2012.

Na Ásia, a Audi vendeu 48.900 carros em maio, um aumento de 17,5%, e vendeu no total deste ano 218.500 veículos, mais 15,6% do que em 2012. A China representou 42.140 dessas vendas em maio, mais 16,2%, e no total do ano já foram vendidas 183.660 unidades, um aumento de 14,4%.

Mercedes-Benz

A Mercedes-Benz vendeu 121.360 carros em todo o mundo em maio, mais 7,3% do que no mesmo mês de 2012, e vendeu um total de 562.824 veículos no conjunto dos cinco primeiros meses do ano, um aumento de 5,9%.

Na Europa, a Mercedes vendeu 57.759 veículos, um aumento de 4,9%, e vendeu 264.944 carros no total deste ano, um aumento de 4,4%.

Na América do Norte, a Mercedes vendeu 28.639 carros em maio, mais 9,1%, e vendeu 133.439 carros nos cinco primeiros meses de 2013, um aumento de 9,3%. Das vendas de maio, 24.713 vieram dos EUA, mais 9,8%. Só em 2013 a Mercedes-Benz já vendeu 117.535 carros nos EUA, um crescimento de 10,5%.

Na Ásia a Mercedes vendeu 30.723 carros em maio, um aumento de 10,1%, e vendeu 142.288 carros entre janeiro e maio, um aumento de 4%. Ao contrário das outras marcas, as vendas chinesas são realmente um problema para a Mercedes-Benz. Apesar das vendas de maio terem subido 7,0% para 17.684 carros, no total do ano a marca regista uma quebra de vendas de 3,8%, com 79.365 carros.

As vendas da smart também estão em quebra em todo o mundo. Em maio a marca vendeu 8.680 carros, menos 8,3% do que no ano passado e vendeu 43.052 carros entre janeiro a maio, uma quebra de 6,4%.

BMW

Já as vendas do Grupo BMW cresceram 6% no mês de maio para 166.397 veículos, o melhor mês de maio de sempre para a marca. Entre janeiro a maio, o Grupo BMW vendeu 770.025 carros, um aumento de 5,8%, um resultado que também é o seu melhor de sempre nos primeiros cinco meses do ano.

Conseguimos compensar os ventos contrários da Europa através de ganhos sólidos noutros mercados como os EUA, China, Japão e Rússia. Esperamos mais sucesso nos próximos meses, acompanhado pelo lançamento de novos produtos excecionais, tais como o BMW Série 3 Gran Turismo no dia 15 de junho e o recém atualizado BMW Série 5 em julho", referiu o Diretor de Vendas e Marketing da BMW Ian Robertson.

A marca BMW vendeu 139.161 veículos em todo o mundo em maio, mais 7,8% do que em 2012. Mais de 10% dessas vendas foram do X1 e o Série 3 representa outros 30% das vendas mundiais. Entre janeiro e maio a BMW já vendeu em todo o mundo 651.168 veículos, um aumento de 7,2%.

MINI é atualmente a marca da BMW mais fragilizada. A empresa vendeu 26.995 carros em todo o mundo em maio, uma redução de 2,1% face ao ano passado. A marca vendeu 117.694 veículos entre janeiro e maio deste ano, uma quebra de 1,5% em relação ao ano passado.

Na Europa o Grupo BMW vendeu 74.918 carros em maio, menos 0,6% do que no ano passado. Contudo no total do ano foram vendidos 352.013 veículos, um aumento de 2,2%.

Na América do Norte as vendas da BMW subiram 10,4% para 38.771 carros. Destes, 31.174 carros foram para os Estados Unidos, um aumento de 10,1%. A BMW não divulgou números de vendas totais para a América do Norte no período de janeiro a maio.

As vendas asiáticas também estão em alta para o Grupo BMW. No mês de maio foram vendidos 46.838 carros naquele mercado, mais 13,4% do que em 2012. Destes, 31.938 foram vendidos na China que registou um aumento de 14,8%. A BMW ainda não divulgou o total de vendas para a Ásia, entre os meses de janeiro e maio.

fonte:http://autoviva.sapo.pt/

publicado por adm às 23:05 | favorito