IVA dos restaurantes e oficinas subiu 3,62% em relação a 2012

A receita do IVA proveniente dos sectores de atividade que conferem um benefício fiscal do lado do IRS aumentou 3,62% no primeiro trimestre deste ano, por comparação com o período homólogo de  2012.

Este dado foi hoje avançado pelo diretor geral da Autoridade Tributária e Aduaneira (AT), José Azevedo Pereira, que adiantou que nos restantes sectores da economia as receitas de IVA caíram "de forma significativa" entre janeiro e março.

Falando numa audição parlamentar sobre o combate à economia paralela, pedida pelo PSD/CDS-PP, José Azevedo Pereira referiu que se não fosse o sistema e-fatura (que desde janeiro tornou obrigatória a emissão de fatura em todas as vendas de bens e serviços) "a quebra do IVA teria sido bastante maior".

Para a subida das receitas do IVA contribuíram de forma decisiva os sectores da restauração, hotelaria, cabeleireiros/institutos de beleza e reparação automóvel, cujos gastos podem ser registados pelos consumidores no portal das Finanças e deduzidos no IRS.

Azevedo Pereira salientou a importância do programa e-fatura, enaltecendo o aumento das receitas do IVA face apesar da quebra da atividade económica, nomeadamente da restauração que tem registado o encerramento de estabelecimentos. 

fonte:http://www.dinheirovivo.pt/

publicado por adm às 00:29 | comentar | favorito
tags: