Vendas de automóveis caíram 1,4% nos primeiros meses do ano

As vendas de automóveis em Portugal caíram 1,4% nos primeiros cinco meses do ano em comparação com igual período em 2012, tendo sido vendidos 49.248 veículos até Maio, revelou esta segunda-feira a Associação Automóvel de Portugal (ACAP). 

A queda nas vendas acentuou-se em Maio, mês em que o mercado automóvel registou uma contracção homóloga de 4,2%, tendo sido comercializados 11.664 veículos ligeiros e pesados, com uma queda de 34,6% na venda de pesados e uma subida de 11,9% de comerciais ligeiros. 

Até Abril, as vendas de automóveis tinham caído 0,6% por comparação com igual período em 2012. 

Quanto ao mercado de veículos ligeiros (passageiros e comerciais), em Maio, verificou-se um decréscimo de 3,8% relativamente a igual mês do ano anterior. Já nos primeiros cinco meses do ano verificou-se uma queda homóloga de 1,3% na venda de veículos ligeiros. 

Neste mercado, destaque para a venda de comerciais ligeiros, que aumentou 11,9% no mês de maio, em comparação com o período homólogo, sendo ainda assim uma subida insuficiente para anular a queda de 4,9% nesta categoria nos primeiros cinco meses deste ano. 

Em compensação, a venda de veículos pesados de passageiros e de mercadorias caiu 34,6% em maio face ao período homólogo, tendo sido comercializados 123 veículos desta categoria. 

Já em termos acumulado, as vendas de pesados caíram 8,1% em relação ao mesmo período de 2012. 

Mais uma vez, a ACAP lamentou que a recolha dos dados estatísticos de maio tenha sido marcada por "uma situação anómala" uma vez que a Autoridade Tributária e Aduaneira não processou a totalidade das matrículas pedidas pelas marcas no dia 30 de Maio e que tinham Imposto sobre Veículos (ISV), liquidado, sem apresentar qualquer justificação pelo sucedido.

fonte:http://rr.sapo.pt/i

publicado por adm às 23:29 | comentar | favorito