Ironia de Mourinho ‘ataca’ Ronaldo

O ‘Special One' diz que escolhe criteriosamente os contratos de imagem, que não conhecia o Taguspark e que não faria anúncios a champôs anticaspa


O treinador do Real Madrid, José Mourinho, afirmou ontem em tribunal, no processo Taguspark, que só foi contactado para fazer um contrato publicitário, por três anos, com a PT, que lhe renderia 2,25 milhões de euros. E garantiu que só conheceu o parque tecnológico quando rebentou o caso. Pelo meio, deixou uma piada às campanhas publicitárias realizadas por Cristiano Ronaldo.

"Não faço campanhas a champôs anticaspa", disse Mourinho à juíza do processo, numa alusão à publicidade protagonizada por Ronaldo para uma conhecida marca, explicando que prefere associar a imagem a carros, relógios, marcas desportivas e bancos. Questionado sobre se associaria a imagem ao Taguspark, respondeu: "Teria de saber o que é um parque tecnológico."

Mourinho foi ouvido como testemunha, já que, em 2009, a Gestifute celebrou em seu nome um contrato de cedência de imagem do treinador com o Taguspark. O acordo foi rescindido antes mesmo de serem recolhidas imagens para a campanha, poucos dias após o polémico pequeno-almoço entre José Sócrates e Luís Figo. O treinador, que devia ter feito parelha com Figo na publicidade ao Taguspark, disse que tem por regra "não partilhar campanhas com ninguém". Sobre Rui Pedro Soares, arguido e ex-gestor da PT, disse tê-lo visto em Milão, num encontro que foi um "favor" pedido pelo seu agente.

fonte:http://www.cmjornal.xl.pt/


publicado por adm às 21:00 | comentar | favorito