150 condutores multados por dia devido ao telemóvel

Segundo dados da ANSR o número de autos diminuiu em relação a 2011.

Mais de 55 mil condutores foram multados, no ano passado, por estarem a usar o telemóvel enquanto conduziam, ou seja, em média são aplicadas 150 infracções por dia, refere a Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR).

Segundo dados da ANSR, divulgados pela agência "Lusa", embora o número de autos tenha diminuído em relação a 2011, foram levantados 55.183 autos por uso indevido do telemóvel durante a condução, menos 2.722 do que em 2011, quando foram registadas 57.905 infracções por esta infracção grave ao Código da Estrada.

Nos últimos dois anos foram multados um total de 113.088 condutores por uso indevido do telemóvel durante a condução, que é sancionado com uma coima mínima de 120 euros. O artigo 84.º do Código da Estrada determina que "é proibido ao condutor utilizar, durante a marcha do veículo, qualquer tipo de equipamento ou aparelho susceptível de prejudicar a condução, a não ser que estejam equipados com auricular-mono ou sistema de alta voz, e cuja utilização não implique manuseamento continuado".

Também as multas por falta de Inspecção Periódica Obrigatória (IPO) diminuíram para 48.919 infracções, menos 12.314 do que em 2011, quando foram levantados 61.233 autos. De acordo com o Código da Estrada, os condutores que não tiveram a IPO em dia incorrem numa multa de 250 euros.

As contra-ordenações por falta de seguro do automóvel aumentaram em 2012 face ao ano anterior, sendo que as forças de segurança encontraram 23.490 automobilistas sem seguro do carro no ano passado, mais 145 do que em 2011. Esta infracção pressupõe a aplicação de uma coima cujo valor mínimo é de 500 euros para os automóveis e motociclos.

 

fonte-,http://economico.sapo.pt/

publicado por adm às 00:02 | comentar | favorito