Falências de famílias quase duplicaram num ano

O distrito do Porto é o que apresenta piores números. Depois surge Lisboa e Braga.

As falências de famílias portuguesas quase duplicaram de 2011 para 2012. Os dados foram apurados pelo Instituto Informador Comercial, com base nos anúncios publicados no Citius - o portal do Ministério da Justiça -, e no “Diário da República”. 

Josué Mateus, director do instituto, dá conta dos números: “Durante o ano de 2012, ao nível dos singulares, foram registadas um total 12.545 insolvências que, comparando com 2011, regista um aumento de 72%, quando foram registados 7.284 insolvências”. 

O director do Instituto Informador Comercial, uma consultora na área da gestão de crédito, disse à Renascença que o distrito do Porto é o que apresenta os piores números, com 3.596 pedidos de insolvência.

Depois, surge Lisboa com 2.374 e Braga com 1.030.

O ano passado também foi "negro" para as empresas, pois, em média, 25 recorreram todos os dias aos tribunais para pedir insolvência: 2012 com mais 50% de insolvências do que 2011.

fonte:http://rr.sapo.pt/i

publicado por adm às 21:37 | comentar | favorito