Crise passa ao lado do negócio dos telemóveis

Numa altura de recessão económica, os consumidores portugueses continuam a investir em telemóveis. Um inquérito realizado pelo Cetelem mostra que o telemóvel ainda é um bem essencial, uma vez que 16% dos consumidores mostraram intenção de adquirir este equipamento nos próximos meses.

Contudo, quando comparamos os resultados deste ano com os valores obtidos em 2010, onde o consumo dos portugueses em telemóveis foi de 21%, verificamos que as intenções de compra são mais moderadas.

Do estudo feito pelo Cetelem, destacam-se ainda para as viagens/ lazer que representam 22% das prioridades de consumo dos portugueses.

Segundo Conceição Caldeira Silva, a responsável pelo Observador Cetelem em Portugal, «O facto do consumo dos telemóveis se manter entre as preferências de consumo dos portugueses, é justificado em grande parte por estarmos em pleno regresso de férias e, consequente, regresso às aulas e/ou trabalho».

No que respeita a intenções de compra futuras menos prováveis, o Observatório destaca os automóveis, os bens imobiliários e as motos/scooters, todos produtos de grande investimento.

Este estudo foi aplicado a 600 indivíduos de Portugal Continental, de ambos os sexos, dos 18 aos 65 anos, entre 27 e 29 de Junho de 2011 e contou com a colaboração da Nielsen. 

fonte:http://www.agenciafinanceira.iol.pt

publicado por adm às 00:01 | comentar | favorito