96% vão ficar em casa neste réveillon

As medidas de austeridade, o desemprego, a perda do subsídio de Natal e a insegurança quanto à situação laboral são os principais motivos que levam os portugueses a não dormir fora de casa na passagem de ano. De acordo com o inquérito realizado pelo Instituto do Planeamento e Desenvolvimento do Turismo, 96,2% dos inquiridos não vão viajar para comemorar a chegada do novo ano - mais 4,5% do que no réveillon passado.

Mesmo aqueles 3,8% que admitem celebrar fora de casa a entrada em 2013 estão preocupados com as finanças, uma vez que quase todos vão gastar o mesmo (47,1%) ou menos do que no ano passado (35,3%). É para esta minoria que os hotéis fazem as suas ofertas, como exemplificamos neste trabalho.

Os inquéritos do IPDT foram realizados num universo com um rendimento médio mensal por agregado familiar de 1240euro, precisamente no escalão que a subida fiscal de 2013 mais irá penalizar, de acordo com as simulações dos especialistas.

fonte:http://www.jn.pt

publicado por adm às 11:37 | comentar | favorito