Portugal obrigado a austeridade adicional de mil milhões

O Governo vai ter que adoptar medidas adicionais de austeridade no próximo ano no valor de 0,6% do PIB.

Na actualização do memorando de entendimento com a ‘troika', publicado hoje no site das Finanças, as autoridades internacionais dizem que "serão tomadas medidas adicionais, a maioria do lado da despesa, para preencher o buraco que deriva dos desvios de 2011".

Há cerca de duas semanas, aquando da apresentação do Documento de Estratégia Orçamental, o ministro das Finanças já tinha alertado para essa necessidade. Ao explicar as medidas extraordinárias que serão tomadas ainda este ano para cobrir o desvio na execução orçamental - de cerca de 2,5 mil milhões de euros - Vitor Gaspar avançou que, "em 2012, será necessário um esforço adicional para substituir as medidas temporárias, tomadas em 2011, por outras permanentes".

O ministro frisou que esse esforço "implica ir além das medidas especificadas no memorando de entendimento", mas não chegou a quantificar o valor do mesmo. A ‘troika' avança agora o número: será necessária uma austeridade adicional em 2012 no valor de 0,6% do PIB, ou seja, cerca de mil milhões de euros.

fonte:http://economico.sapo.pt

 

publicado por adm às 23:38 | comentar | favorito