Redes de concessionários reduzem até 90% dos colaboradores

Empresas tentam reduzir as despesas, começando pelo despedimento dos colaboradores.

A crise económica está a pôr um travão a fundo nas vendas de veículos novos e usados em Portugal. A Associação Nacional das Empresas do Comércio e da Reparação Automóvel (Anecra) alerta que as redes de concessionários estão a viver momentos "extremamente difíceis". "Na área de vendas de veículos, há casos de empresas que tiveram reduções de 80 a 90%", refere fonte oficial da associação. Há também situações de concessionários que fecham e que são absorvidos por grupos ou marcas mais fortes.

As empresas têm tentado reduzir as despesas, mas a associação sublinha que quase sempre começam pelo despedimento dos trabalhadores. Segundo fontes do sector já foram algumas as entidades a recorrer a ‘lay-off'. A Anecra prevê que existam 1.100 concessionários, com uma média de 24 colaboradores. No início do ano, o sector empregava 90.300 pessoas.

Actualmente, os concessionários têm margens de lucro muito baixas que não lhes permitem cumprir os objectivos ditados pelas respectivas marcas. "As exigências impostas pelos fabricantes obrigam os concessionários a grandes investimentos, nomeadamente, ao nível das infra-estruturas, levando as empresas a endividarem-se junto da banca", refere a mesma fonte.

fonte:http://economico.sapo.pt/n

publicado por adm às 08:22 | comentar | favorito