Mais de 2.000 pessoas faliram em três meses

Quando se fazem balanços ao impacto da crise, os números conseguem falar por si: entre abril e junho foram declaradas insolventes 2.278 pessoa em Portugal, isto é, 25 por dia.

Segundo os dados do Ministério da Justiça, que vêm citados esta quinta-feira na edição em papel do «Correio da Manhã», deram entrada nos tribunais 5.316 pedidos de insolvência no terceiro trimestre no segundo trimestre. 

O número de falências de particulares disparou 74% em relação ao mesmo período homólogo - e para um novo máximo. 

Se, em 2007, o peso dos particulares no total de falências passava pouco dos 19%, agora é de quase 60%.

fonte:http://www.agenciafinanceira.iol.pt/

publicado por adm às 19:29 | comentar | favorito
tags: