Vai poder pagar café com o telefone

PT aposta num projeto revolucionário. Durante dois dias operadora apresenta tecnologia a potenciais investidores

Quer beber um café mas não trouxe dinheiro consigo? Não se preocupe porque em breve pode pagá-lo com o próprio telemóvel.

A Portugal Telecom, através da TMN, está a desenvolver um projeto que promete revolucionar o mundo e que passa por efetuar pagamentos com telefone. É uma nova tecnologia, que podemos vir a usar no nosso dia-a-dia.

Em termos práticos, qualquer um de nós deixa de precisar de usar moedas para pagar, por exemplo, um cappuccino numa simples máquina.

De acordo com o responsável da Portugal Telecom (PT), Tiago Costa Alves, «o telemóvel passa a ser a nossa carteira». E explica como: basta ir «a um aplicativo [do telefone], escolher a tecnologia com que vamos pagar, verificar o saldo e todas as transações. Depositamos o dinheiro que queremos no telemóvel [atenção que não vai diretamente à conta bancária]. Dizemos que queremos comprar o café, encostamos o telemóvel à máquina em causa, o telefone pergunta se realmente queremos pagar o café, a máquina verifica se o telemóvel tem saldo na conta e, posteriormente, vai dar a sua autorização. Depois é só carregar e sair o café».

Para ter acesso a esta inovação, basta ir à página da TMN e efetuar o carregamento com um cartão de débito. É uma espécie de fundo de maneio que se vai gastando, adianta.

O processo «tem vindo a ser testado pelos cerca de 2 mil colaboradores» da operadora portuguesa, acrescenta o responsável, durante um evento internacional de tecnologia, de dois dias, que a PT está a organizar na sala Tejo, do Pavilhão Atlântico.

Tiago Costa Alves explica ainda que esta tecnologia - que permite que o cartão de débito e crédito seja integrado no telemóvel - passará a ser possível no espaço de um ano.

PT avança com pagamento virtual de parquímetros

A PT vai ainda comercializar «dentro de semanas» um novo serviço de pagamento de parquímetros através do computador, telemóvel ou «tablet», também sem ser necessário recorrer às moedas. 

O projeto projeto piloto está em desenvolvimento com a Câmara de Sintra.

«Vamos comercializá-lo brevemente», diz o presidente executivo, Zeinal Bava, à margem da conferência «Technology & Innovation», reforçando que será «dentro de semanas».

Bava adianta ainda que o sistema já se encontra em piloto «em vários sítios», mas não revela quais.

O novo sistema permite ao condutor estacionar sem ter de recorrer a moedas para pagar, bastando para tal aceder a um site, onde poderá também escolher a hora de saída ou o período de duração.

Por sua vez, os fiscais poderão verificar se o pagamento foi feito através da mesma aplicação no seu PDA.

A conferência internacional que a PT está a realizar tem como fim trazer a Lisboa mais de uma centena de potenciais investidores que gerem fundos superiores a 1 bilião de euros. O CEO da empresa, Zeinal Bava, terá a seu cargo a tarefa de apresentar aos investidores tecnologias criadas por portugueses e que, de facto, poderão mudar o mundo.

fonte:http://www.agenciafinanceira.iol.pt/

publicado por adm às 23:03 | comentar | favorito