7 Maravilhas da Gastronomia foram anunciadas

A alheira de Mirandela, o queijo Serra da Estrela, o caldo verde, o arroz de marisco, a sardinha assada, o leitão da Bairrada e o pastel de Belém foram eleitos como as “7 Maravilhas da Gastronomia” nacional.


O anúncio foi feito durante um espetáculo realizado ontem à noite na antiga Escola Prática de Cavalaria de Santarém e reflete o resultado dos 899.069 votos registados entre 07 de maio e 07 de setembro pela organização da iniciativa.

As iguarias eleitas foram as mais votadas de uma lista de 21 escolhidas por um painel de especialistas, que selecionou três pratos pelas categorias de entradas - pastéis de bacalhau, alheira de Mirandela e queijo Serra da Estrela -, sopas - açorda alentejana, caldo verde e sopa da pedra -, marisco - amêijoas à Bulhão Pato, arroz de marisco e xarém com conquilhas -, peixes - bacalhau à Gomes de Sá, polvo assado no forno e sardinha assada -, carnes - chanfana, leitão da Bairrada e tripas à moda do Porto -, caça - coelho à caçador, coelho à Porto Santo à caçador e perdiz de escabeche de Alpedrinha - e doces - pastel de Belém, pastel de Tentúgal e pudim Abade Priscos.

As Maravilhas da Gastronomia foram eleitas pelo maior número de votos, independentemente da categoria, tendo a alheira de Mirandela colhido o maior número de votos.

“Há dez anos a Gastronomia foi considerada património imaterial de Portugal, alcançando o estatuto de valor cultural que define a nossa identidade enquanto povo. Hoje prestamos uma justa homenagem a este património único dos portugueses, que resulta dos hábitos que gerações aperfeiçoaram ao longo dos tempos”, afirmou Luís Segadães, presidente das 7 Maravilhas.

O espetáculo realizado em Santarém, apresentado por Catarina Furtada e José Carlos Malato, produzido pela Tavolanostra e com direção artística de Paulo Magalhães, girou em torno de sete atos com imagens das 21 finalistas (em cada uma das categorias), enquadrados por momento musicais que tiveram por protagonistas Ana Moura, Rui Veloso, Carminho, Boss AC e Zeca Sempre (Nuno Guerreiro, Olavo Bilac, Tozé Santos e Vítor Silva).

A votação foi auditada pela PricewaterhouseCoopers & Associados - S.R.O.C. Lda e foi realizada por internet, no facebook, por SMS ou por chamada telefónica.

Os troféus dos vencedores, peças únicas produzidas pela SPAL, foram entregues por alguns dos mais célebres chefes em Portugal: Filipa Vacondeus, Justa Nobre, Chakall, Fausto Airoldi, Hélio Loureiro, Luís Baena, Vítor Sobral.

Site oficial: www.7maravilhas.sapo.pt 

Fonte:Lusa

publicado por adm às 18:18 | comentar | favorito