Pedidos de habitação social disparam

São cada vez mais os portugueses que não conseguem pagar ao banco a prestação de um crédito à habitação, nem mesmo uma renda. Por isso, para muitos, a solução passa por pedir às câmaras municipais uma habitação social.

No Porto, por exemplo, a autarquia já recebeu 900 pedidos este ano, mais 200 que no ano passado. Os pedidos chegam sobretudo de famílias que viviam em casas degradadas.

Mas o perfil de quem pede uma habitação social tende a mudar: já não são famílias de rendimentos baixos. Alguns deixaram de pagar as prestações do crédito à habitação ao banco, outros não conseguem suportar uma renda.

O problema é que os municípios têm um número limitado de casas disponíveis. Em Coimbra, por exemplo, a autarquia tem 1.200 pedidos, dos quais 160 são casos urgentes, mas não há casas vazias.

Pior ainda é o caso de Matosinhos, onde o número de requerimentos triplicou no terceiro trimestre deste ano. Para o ano que vem os autarcas preveem que a situação ainda piore mais.

fonte:http://www.agenciafinanceira.iol.pt/

publicado por adm às 22:55 | comentar | favorito