4.200 famílias não conseguem pagar contas

O tempo é de crise profunda. Por isso, acumulam-se os pedidos de ajuda das famílias, que deixam de ter dinheiro para cumprirem com os pagamentos.

Só este ano, já há mais de 4.200 famílias com processo aberto junto da Associação de Defesa dos Consumidores (Deco), que buscam ajuda por não conseguirem cumprir com o crédito à banca. O número ultrapassa já os casos registados em todo o ano de 2011.

A Deco aponta o desemprego - de um ou mais membros da família - como a principal razão para o descalabro financeiro dos agregados e até deixa um retrato padrão da família sobre-endividada: regra geral são pessoas casadas, com idade entre os 35 e os 45 anos e cujo rendimento mensal está acima de 1.500 euros. Têm, pelo menos, um menor a cargo e contraíram já cinco créditos.

fonte:http://www.agenciafinanceira.iol.pt/

publicado por adm às 22:26 | favorito
tags: