Mais de 500 médicos pediram para emigrar

Este ano, mais de 500 médicos, com e sem especialidade concluída, pediram o registo da inscrição na Ordem, no qual consta a sua formação e os dados relativos a eventuais processos disciplinares.


Precisam deste passaporte para exercer em qualquer outro país. A procura de emigração para Inglaterra cresceu de tal maneira que a Secção Regional do Centro sentiu necessidade de agregar documentação sobre as exigências daquele país, onde a burocracia é elevada.

fonte:http://www.jn.pt/P

publicado por adm às 22:38 | favorito