Pagar o IVA a prestações

Os empresários da Hotelaria e Restauração vão propor ao Governo a renegociação de prazos para o pagamento de dívidas e impostos para evitar o incumprimento fiscal.


O secretário-geral da Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP), José Manuel Esteves, esclarece que os empresários "não querem o perdão fiscal", mas avisa que, "perante uma situação de profundo estrangulamento da economia, o Estado vai ter de colaborar e não pode ser irredutível". O responsável explica que "o coração da solução é o diagnóstico individual a cada empresa, no sentido de garantir, através de ferramentas personalizadas, a sua sustentabilidade".

Mas, para os casos sem solução, que chegam com cada vez mais frequência ao gabinete de resposta à crise da AHRESP, a associação está mesmo a aconselhar o encerramento. "Temos empresários que já perderam todo o património pessoal, até a casa, e com quem temos de ser claros e aconselhar a fechar a porta".

A medida é discutida em Setembro com a Secretaria dos Assuntos Fiscais, que até agora não revelou quantos empresários falharam o pagamento do segundo trimestre do IVA, mas sabe-se que as receitas deste imposto caíram, até Julho, 1,1%, quando a perspectiva do Governo era de obter mais 11,6%. Também o IRC caiu 15,6%, quando a estimativa era de 5,4%.

fonte:http://www.cmjornal.xl.pt


publicado por adm às 11:32 | comentar | favorito