Avanços na doença de Parkinson

Um investigador português, Tiago Fleming Outeiro, identificou o funcionamento de uma proteína que interfere com a comunicação entre células do cérebro e afecta a memória em doentes de Parkinson, permitindo testar novos medicamentos para evitar estes problemas.

O trabalho, liderado pelo investigador do Instituto de Medicina Molecular da Faculdade de Medicina de Lisboa, foi ontem publicado no ‘Journal of Neuroscience’.

Segundo o cientista, a investigação abre oportunidade pa-ra se testarem novos medicamentos e permite intervir ao nível da comunicação entre as células no cérebro, que interferem na memória e aprendizagem.

fonte:http://www.cmjornal.xl.pt


publicado por adm às 11:07 | comentar | favorito
tags: