Envelope anónimo pode ter mais pormenores sobre caso das secretas

Envelope foi dado a conhecer por um deputado do PS durante a audição de hoje do antigo director do Serviço de Informações Estratégicas de Defesa, Jorge Silva Carvalho.

 

O deputado do PS, Sérgio Sousa Pinto, entregou no Parlamento um envelope com denúncias anónimas, consideradas “sigilosas e delicadas”, sobre os serviços secretos. Foi durante a reunião em que participou o ex-director do Serviço de Informações Estratégicas de Defesa (SIED), Jorge Silva Carvalho.

Envelope anónimo pode ter mais pormenores sobre caso das secretas

Ainda não é certo que tratamento é que a comissão parlamentar de assuntos constitucionais da Assembleia da República irá dar ao conteúdo deste envelope. A decisão deverá ser tomada já amanhã em reunião de coordenadores das bancadas parlamentares com o presidente da comissão, o social-democrata Fernando Negrão.

Fonte da bancada socialista disse à Renascença que é, para já, prematuro pensar na abertura de uma comissão parlamentar de inquérito.

O antigo director do SIED foi ouvido esta quarta-feira à porta fechada pelos deputados da comissão de assuntos constitucionais, para esclarecer notícias sobre irregularidades nos serviços secretos. Jorge Silva Carvalho negou ter violado o segredo de Estado ou os seus deveres de sigilo.

No final da reunião, Silva Carvalho não quis acrescentar pormenores, escudando-se no segredo de Estado, mas referiu que parte das notícias publicas pelo “Expresso” sobre as fugas nas secretas é falsa e outra parte é deturpada. O ex-chefe do SIED queixa-se que as notícias baseiam-se numa devassa da correspondência e intercepção das comunicações do seu computador pessoal.

fonte:http://rr.sapo.pt/i
publicado por adm às 21:49 | favorito