Eletricidade: consumo de carvão dispara 56% em junho

O consumo de carvão disparou 56 por cento em junho, quando comparado com o período homólogo do ano anterior, altura em que se iniciou a tendência de crescimento da procura para a produção de energia elétrica.

De acordo com a informação da Direção-Geral de Energia e Geologia (DGEG), o consumo de carvão, em junho, continua a apresentar um crescimento muito significativo de 56,3 por cento, de 1.908 tep (tonelada equivalente de petróleo) para 2.982, quando comparado com o período homólogo anterior, tendência que se vem a verificar desde junho de 2011.

O aumento do consumo resulta da procura crescente para a produção de energia elétrica, que aumentou 57,8 por cento, relativamente ao período homólogo anterior, devido ao recurso às centrais para a produção de eletricidade resultante da quebra da produção das hidroelétricas.

Em contrapartida, no setor industrial o consumo de carvão continua a apresentar uma redução de 30 por cento.

¿O aumento do consumo de carvão na produção de energia elétrica, deve-se, principalmente, ao regime de baixa hidraulicidade que se tem vindo a verificar este ano e ao seu preço concorrencial com o do gás natural¿, explica a DGEG, organismo tutelado pelo Ministério da Economia.

A seca provocou uma quebra de 63 por cento na produção de eletricidade a partir das barragens, nos sete primeiros meses do ano, face ao período homólogo de 2011, de acordo com dados da REN.

fonte:http://www.agenciafinanceira.iol.pt/

publicado por adm às 22:54 | comentar | favorito