Crise obriga portugueses a comprar alimentos básicos e mais baratos

Ainda é cedo para compreender as consequências para a saúde das mudanças de hábitos alimentares.

Menos leite e iogurtes, menos sumos e refrigerantes, mais produtos básicos, e portanto mais baratos - a crise está a obrigar os portugueses a reajustar os seus hábitos alimentares. Ainda é cedo para conclusões, mas poderá este regresso aos "básicos" conduzir-nos a uma alimentação mais saudável? Ou, pelo contrário, estaremos a alimentar-nos pior do que há dez anos?

Segundo o jornal 'Público', os números relativos ao consumo do primeiro semestre de 2012 confirmam algumas tendências: uma queda dos congelados (-2,2%), dos lácteos (-2,5%) e das bebidas (-11,2%), que tendem a ser substituídos por mercearia salgada e por frescos.

"A restrição orçamental determinada pelo rendimento e pelos preços pesa hoje fortemente nas opções de compra. Neste sentido pode falar-se num certo regresso ao passado", segundo o mesmo estudo.

fonte;http://economico.sapo.pt/

publicado por adm às 22:11 | comentar | favorito