Autoeuropa pára mais dias para não despedir

É um caso de sucesso que vai escapando à crise. Emprega 3600 pessoas, representa 0,8% da riqueza nacional e 10% das exportações portuguesas. Mas a fábrica prepara-se agora para parar mais dias do que os 22 que estão previstos no acordo da empresa, para manter o objetivo de produção de 625 automóveis/dia, evitando despedimentos.

Não é certo o número de dias de paragem até ao final do dia: a avaliação é feita de mês a mês, mas pode chegar ao dobro: 44 dias. Para já, as paragens programadas em agosto estão marcadas para dia 16 e 17, para a semana de 20 a 24 e em setembro nos dias 21 e 28.

A produção pára, mas os trabalhadores mantêm os seus salários. E, segundo disse o diretor-geral da VW Autoeuropa, António de Melo Pires à reportagem da TVI, não há previsões de despedimentos. «Adaptamos a força de trabalho segundo as nossas encomendas. Pode haver suspensão de contratos, mas não de funcionários da VW».

fonte:http://www.agenciafinanceira.iol.pt

publicado por adm às 22:25 | comentar | favorito