Deduções fiscais acabam para salários acima de 3 180 euros

O corte total de deduções fiscais previsto pelo Governo irá afetar salários líquidos mensais a partir de 3 180 euros, refere o Jornal de Negócios desta sexta-feira.

Um contribuinte solteiro e sem filhos que leve para casa um salário mensal de 3.180 euros líquidos, isto é, já descontados a retenção na fonte de IRS e a Segurança Social, perde a partir do próximo ano, o direito a deduzir ao IRS quaisquer despesas com saúde, habitação ou educação.

Tratando-se de um casal, o mesmo acontecerá se receberem, em conjunto, mais de 6.360 euros, sendo que, neste caso, estamos a partir do princípio que ambos trabalham e que têm ordenados mensais ou então que há apenas um que é titular de rendimentos.

Austeridade tira 420 euros a cada português

O programa de austeridade negociado com a troika e reforçado pelo Governo de Passos Coelho ao longo das últimas semanas promete um corte de despesa sem precedentes, assinala a manchete do Negócios.

Segundo calcula a publicação, só este ano cada português deve, em média, deixar de receber cerca de 420 euros por ano do Estado face a 2010. 

fonte:http://diariodigital.sapo.pt/

publicado por adm às 12:51 | comentar | favorito