3736 famílias portugueses ganham mais de 250 mil euros por ano

Em 2009, existiam 3736 famílias com rendimentos brutos superiores a 250 mil euros anuais. Um valor que representa 0,08% do total de declarações entregues. 

Nesse ano, estes agregados contribuíram com 571 milhões de euros. Ou seja, 7,01% da receita de IRS arrecada nesse ano.

O número de portugueses com esse nível de rendimentos tem vindo a cair desde 2007, passando de 4055 para os 3736 (-7,9%).

Se a análise for alargada para os que ganham mais de 100 mil euros brutos, o número de tributados aumenta consideravelmente para os 52.036, 1,12% do total. O mesmo acontecendo com a percentagem de receita. Os dois últimos escalões representam 28,31% da receita fiscal de IRS - 2,3 mil milhões de euros.

Os agregados entre os 50 e os 100 mil euros são os que mais contribuem para a receita de IRS, com 2,8 mil milhões de euros (34,4%).

A tributação dos mais ricos voltou à agenda depois de o milionário Warren Buffet ter argumentado num artigo no "The New York Times" que os mais ricos deveriam pagar mais impostos. Esta semana, alguns dos maiores milionários franceses pediram para o governo de Sarkozy criar uma "contribuição extraordinária" sobre os mais ricos. Uma ideia que Berlusconi já adoptou, criando uma "taxa de solidariedade" para os italianos com rendimentos mais elevados.

fonte:http://www.dinheirovivo.pt/

publicado por adm às 23:46 | comentar | favorito