Casas: licenciamentos para construção em mínimos de 11 anos

O número de fogos que tiveram licenciamento para se poderem construir casas novas para habitação de famílias foi o mais baixo dos últimos 11 anos no ano terminado no primeiro trimestre. 

Os dados são do Instituto Nacional de Estatística e são reflexo da crise no setor da construção. O cenário traçado pelo INE é negro, com os licenciamentos a caírem a todos os níveis.

O número de fogos licenciados para a construção da habitação familiar foi de 3.357 - uma queda anual de 32,9%. É o número mais baixo desde o ano terminado no primeiro trimestre de 2001.

Para além do número de licenciamentos em fogos para habitação ter caído, também têm demorado em média 20 meses para estarem concluídos.

Em termos gerais, o número de edifícios licenciados nos doze meses terminados no primeiro trimestre caiu 11,6% face ao ano de 2011, tendo no caso dos edifícios concluídos a queda em igual período atingido os 8,5%, nota a Lusa.

As variações no licenciamento deste tipo de fogos são muito negativas em termos anuais em todas as regiões, mas o pior caso é o de Lisboa, que apresenta uma queda de 41,9%. A seguir vem a Região Autónoma dos Açores, onde a que da foi de 41,2%.

fonte:http://www.agenciafinanceira.iol.pt/

publicado por adm às 23:01 | comentar | favorito