BMW e Audi fintam a crise com vendas recorde em Maio

BMW e Audi registaram vendas recorde em Maio, mas a maioria das fabricantes de carros estão sob pressão devido à crise europeia.

As vendas da Audi cresceram quase 14% para 128,9 mil veículos em Maio enquanto as vendas da BMW aumentaram 6,6% para 129.150 carros. São recordes de vendas para o último mês para as duas fabricantes de carros.

"O actual nível de encomendas prova que a primeira metade do ano vai superar as nossas estimativas em todas as regiões", comentou o chefe de vendas da Audi, Peter Schwarzenbauer, ao Wall Street Journal (WSJ).

A marca de luxo da Volkswagen quer agora vender 1,4 milhões de carros este ano, acima dos 1,3 milhões comercializados em 2011.

Já no acumulado dos primeiros cinco meses do ano, a Audi vendeu um total de 600.200 carros, mais 12% que no mesmo período do ano passado. Enquanto as vendas da BMW cresceram 9,3% até Maio, com um total de 607.207 viaturas comercializadas. Na base do aumento das vendas nos últimos meses estiveram as encomendas chinesas, seguidas pela procura por parte dos EUA.

Os receios devido à crise europeia parecem assim ter passado ao lado das vendas mundiais destas duas fabricantes de carros de luxo este ano, mas o mesmo não se aplica a outras construtoras.

De acordo com dados da ACEA, associação que representa os fabricantes de carros europeus, as vendas do segundo maior construtor europeu, o grupo PSA - Peugeot Citroen acumulam uma queda de 13,6% até Abril, enquanto o grupo Renault vendeu menos 21,3% veículos e o grupo GM (Opel, Chevrolet, etc) acumula uma quebra de 12% nos primeiros quatro meses do ano.

Um cenário que deverá manter-se no resto do ano. Na semana passada, a ACEA alertou que o mercado automóvel europeu pode sofrer uma quebra de 7% em 2012, na sequência dos pacotes de austeridade aplicados em vários países da região para colocar as contas públicas em ordem, o que tem penalizado a procura de carros.

 

fonte:http://economico.sapo.pt/n

publicado por adm às 22:46 | comentar | favorito