Sucatas vão ter videovigilância

O Conselho de Ministros aprovou esta quarta-feira uma proposta de lei que pretende reforçar o combate ao furto e receptação de metais não preciosos. Em concreto, todas as empresas que transaccionam este tipo de mercadorias poderão, em breve, contar com sistemas internos de videovigilância.

 

O Ministério da Administração Interna pretende assim facilitar o trabalho às forças de segurança que investigam os circuitos que os metais (ferro, cobre, alumínio) seguem, depois de terem sido furtados.

Além disso, as empresas de reciclagem de sucatas vão ser obrigadas a alterar os métodos de pagamento que usam para comprar e vender mercadorias. Só serão permitidos pagamentos em numerário com valores até 50 euros, sendo exigido pagamento em cheque ou transferência bancária em somas superiores a essa.

O objectivo é permitir às forças de segurança vigiar as contas bancárias dos suspeitos de actividade delituosas relacionadas com o furto de metais não preciosos.

fonte:http://www.cmjornal.xl.pt/


publicado por adm às 23:15 | comentar | favorito