Gregos levantaram 700 milhões dos bancos na 2ª feira

Os levantamentos de depósitos dos bancos gregos ascenderam a 700 milhões de euros na segunda-feira.

um dia antes da reunião de "última oportunidade" para a formação de um governo de coligação, informou hoje o portal da presidência grega.

Em declarações reproduzidas no portal, citado pela agência AFP, o presidente grego, Karolos Papoulias, refere que o governador do Banco da Grécia, George Provopoulos, lhe transmitiu telefonicamente que "a situação dos bancos estava muito difícil" e que "o sistema bancário estava actualmente muito débil".

O chefe de Estado grego acrescenta que "os levantamentos [bancários] atingiram a soma de 700 milhões de euros até às 16:00 (14:00 em Lisboa) de segunda-feira", vaticinando que "a situação" será "pior nos próximos dois dias".

Segundo Papoulias, o governador do Banco da Grécia disse-lhe ainda que "há uma grande inquietação, que poderá transformar-se em pânico".

A crise política na Grécia agravou-se depois das eleições legislativas de 06 de Maio, nas quais nenhum partido conseguiu a maioria dos votos expressos.

O presidente grego presidiu hoje e na segunda-feira a reuniões com os líderes dos partidos com representação parlamentar, na tentativa de formar um governo de coligação. Perante a falta de acordo, deverão ser convocadas novas eleições legislativas para Junho.

Em Fevereiro, o antigo ministro das Finanças Evangélos Vénizélos estimou em 16.000 milhões de euros o montante depositado no estrangeiro desde 2009, ano em que começou a crise da dívida soberana grega. Quase metade dos depósitos foi canalizada para bancos no Reino Unido e na Suíça.

fonte:http://economico.sapo.pt/

 

publicado por adm às 23:21 | comentar | favorito
tags: