Mancha avistada na Praia do Porto Santo não constitui perigo

A mancha acastanhada que, na passada segunda-feira, colocou em alerta as autoridades do Porto Santo já se dissolveu e não constitui perigo para a saúde pública.

Durante o dia de ontem «foram avistados focos de uma mancha difusa de cor castanha dispostos longitudinalmente ao longo da praia», explica o Comandante Pedro Amaral Frazão, Capitão do Porto do Porto Santo.

De acordo com o responsável pelo comando da zona marítima do arquipélago da Madeira, a mancha avistada «não é de natureza oleosa e não contém hidrocarbonetos», o que significa que a possibilidade de se tratar de petróleo está afastada.

Ainda antes de serem conhecidos os resultados das análises, o Comandante Amaral Frazão avança que deve tratar-se de «detritos orgânicos» arrastados para perto da costa pelas marés vivas.

Ao ter sido avistado o ajuntamento de detritos, foi accionada a Polícia Marítima que recolheu amostras e verificou não ser necessário evacuar os banhistas da praia.

Apesar dos detritos se encontrarem a cerca de «15 metros da linha de praia», quem estava na praia do Porto Santo manteve-se na praia sem alarmismos, explicou ao SOL o Capitão Amaral Frazão.

fonte:http://sol.sapo.pt/

publicado por adm às 15:19 | favorito
tags: