Maio chuvoso não acaba seca

A chuva registada nos últimos dias não é suficiente para afastar o cenário de seca do continente. Mesmo que chova o dobro do habitual no mês de Maio, a seca severa irá continuar em grande parte do País. As previsões do Instituto de Meteorologia indicam que no final de Maio "o mais provável será que se mantenha a situação de seca meteorológica em Portugal continental, podendo haver um agravamento da sua intensidade no Sul".

A chuva de Abril permitiu, contudo, manter os níveis das barragens: a média nacional era em Março de 69% e em Abril passou para 70%. Valores quase iguais são explicados por uma gestão "de prudência", referiu fonte da EDP. A produção de electricidade foi limitada "por forma a manter sempre em níveis confortáveis as albufeiras com responsabilidades no abastecimento de águas às populações", acrescentou a mesma fonte.

De Outubro de 2011 até ontem choveu em Portugal uma média 404 litros por metro quadrado, revelam os dados do Instituto da Água (INAG). O valor representa 54 por cento do habitual (739 litros). Em Maio, o registo médio de precipitação é de 68 litros/m2.

NA QUINTA-FEIRA CHEGA O CALOR

Depois de várias semanas de frio, com vento e chuva, as temperaturas vão subir para valores acima dos 30 graus a partir de quinta-feira. Será um ‘Verão' de três dias, segundo as previsões do Instituto de Meteorologia. Beja será a cidade mais quente: 34 graus.

fonte:http://www.cmjornal.xl.pt/


publicado por adm às 22:26 | comentar | favorito
tags: