Lucro da Brisa caiu 59%

A Brisa encerrou o primeiro trimestre deste ano com um lucro de 10,4 milhões de euros, uma queda de 59 por cento em comparação com o resultado líquido obtido no mesmo período de 2011.

No comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a Brisa afirma que o resultado líquido "foi influenciado pelas receitas de portagem e pelos custos financeiros".

No primeiro trimestre deste ano, as receitas de portagem caíram nove por cento para 113 milhões de euros. 

O resultado operacional (EBITDA) recuou 9,3 por cento, situando-se nos 92 milhões de euros, e as receitas operacionais consolidadas caíram 8,2 por cento, totalizando 134,7 milhões de euros.

"Em consequência da difícil conjuntura económica e da pressão dos preços dos combustíveis, o tráfego continuou com a mesma tendência de decréscimo de volume dos últimos trimestres", afirma a Brisa no comunicado.

O tráfego da concessão Brisa (BCR) caiu 13,1 por cento, tendo as concessões Brisal e Atlântico registado quedas de 11,6 por cento e 8,8 por cento, respectivamente. Nos Estados Unidos, a concessão NWP registou, por seu turno, um aumento de tráfego de 4,2 por cento.

Os custos operacionais consolidados, excluindo amortizações, depreciações e provisões, diminuíram 5,6 por cento no primeiro trimestre, totalizando 42,7 milhões de euros. Este valor compara com os 45,2 milhões de euros reportados no mesmo período de 2011.

Os custos com pessoal totalizaram 21,4 milhões de euros, abaixo dos 23,6 milhões de euros registados no mesmo período de 2011.

Em Março, a Brisa tinha um total de 2.403 colaboradores, menos 246 do que no mesmo período de 2011.

Nos primeiros três meses deste ano, o investimento consolidado foi de 10,4 milhões de euros, menos 47 por cento, em comparação com os 19,6 milhões de euros registados no mesmo período de 2011.

No final de Março, a dívida total consolidada ascendeu a 4.213 milhões de euros, registando um decréscimo de 6,1 por cento (273 milhões de euros), face aos 4 486 milhões de euros registados em Dezembro de 2011.

fonte:http://www.cmjornal.xl.pt/n


publicado por adm às 23:09 | comentar | favorito
tags: