Construção: produção, emprego e salários voltam a cair

O índice de produção na construção voltou a cair em fevereiro, recuando 12,6% em termos homólogos e agravando face à quebra de 12,1% registada em janeiro.

Segundo os dados que o Instituto Nacional de Estatística divulgou esta quarta-feira, os índices de emprego e de remunerações no setor da construção e obras públicas registaram também uma evolução homóloga negativa: caíram 13,5% e 12,2%, respetivamente.

No índice de produção na construção observaram-se quebras nos dois segmentos considerados - construção de edifícios e engenharia civil - com o primeiro a registar uma redução mais intensa comparativamente com a verificada em janeiro.

Este segmento apresentou uma taxa de variação homóloga de -14%, menos 1,2 pontos percentuais do que a observada no mês anterior, e correspondente a um contributo de menos 6,4 pontos percentuais para a variação do índice agregado.

Já o segmento de engenharia civil recuou 11,4% (menos 11,6% em janeiro), o que representou um contributo de menos 6,2 pontos percentuais para a variação total do índice.

No que respeita ao volume de emprego no setor da construção, diminuiu 13,5% em termos homólogos (variação de menos 12,9 por cento em janeiro).

Face ao mês anterior, o índice de emprego apresentou uma taxa de variação de -1,2% (-0,6% em fevereiro de 2011).

Já as remunerações decresceram 12,2% em termos homólogos e, em janeiro, tinham caído 10%.

fonte:http://www.agenciafinanceira.iol.pt/ec

publicado por adm às 23:06 | comentar | favorito