Portugueses procuram novo futuro em Moçambique

Além de empresas como a Portucel e a Sumol+Compal, Moçambique atrai milhares de portugueses.

Em finais da década de 1990, a portuguesa Cecília Marques, dentista de profissão, recebeu um convite para leccionar numa escola de medicina dentária em Moçambique, um dos países menos desenvolvidos do continente africano, que após mais de uma década de guerra civil iniciava lentamente o processo de reconstrução.

Na altura, recusou por achar que seria uma "loucura". No entanto, mais de uma década depois, a percepção é outra. Estima-se que a economia moçambicana cresça 7,5% este ano, em contraste absoluto com Portugal, onde o desemprego continua a aumentar e a economia a contrair sob o peso da crise na zona euro.

Cecília Marques, 43 anos, mudou-se para a capital moçambicana no ano passado, juntando-se ao marido que aí abriu uma loja depois da sua empresa de ‘software' ter passado por grandes dificuldades. O casal é apenas um exemplo entre os muitos portugueses que decidiram trocar um país em crise por uma das nações mais pobres do mundo, hoje em rápido crescimento e em busca de novas oportunidades. 

 

fonte:http://economico.sapo.pt/

publicado por adm às 22:53 | comentar | favorito
tags: