Factura da luz poderá subir mais de 10% em 2013

O alerta consta do discurso que o ex-secretário de Estado da Energia, Henrique Gomes, ia proferir numa conferência no ISEG, mas cuja intervenção foi cancelada à última hora.

O ex-secretário de Estado da Energia, Henrique Gomes, quis alertar para uma potencial subida de mais de 10% do preço da electricidade em 2013, mas com o cancelamento da sua participação numa conferência no ISEG, que decorreu no passado dia 7, já não o fez. 

“O crescimento global dos preços de electricidade de 2012 para 2013 não será inferior a 11%”, lê-se no discurso que o ex-governante tinha preparado para a referida conferência, a que o Negócios teve acesso. 

Mas se o País não recorrer ao diferimento de custos da produção em regime especial (PRE), como já fez nas tarifas de 2012, o crescimento da factura da luz pode ser bem mais acentuado, tendo Henrique Gomes estimado a subida em 26%, um aumento que poderia chegar a 30% no caso dos consumidores residenciais. 

Foi este o cenário traçado pelo ex-secretário de Estado da Energia para o caso de não serem eliminadas as rendas excessivas que um estudo do Governo identificou na produção de electricidade. 

“Esta captura de recursos pelo sector electroprodutor compromete uma alocação eficiente de recursos e impede a criação de excedentes na economia e nos consumidores em geral”, escreveu ainda Henrique Gomes no discurso que tencionava proferir no ISEG. 
Recorde-se que nessa mesma conferência, a 7 de Março, o presidente da Confederação da Indústria Portuguesa,António Saraiva, considerou “imperativo” reduzir os custos da electricidade, para melhorar a competitividade das empresas portuguesas. 
fonte:http://www.jornaldenegocios.pt/h
publicado por adm às 22:30 | comentar | favorito